22 de dezembro de 2010

ENCERRAMENTO BLOG 2010

Obrigado pela companhia de todos durante o ano.

Esta é a última postagem de 2010.

Um excelente 2011 para o nosso orbe terrestre!

20 de dezembro de 2010

TÁ COM CALOR, MAS NÃO TEM DINHEIRO?



Só cuidado para não morrer eletrocutado...

19 de dezembro de 2010

AGORA É A VEZ DO OXI TOMAR AS RUAS JUNTO COM O CRACK



O vídeo acima é apenas um de uma séria disponível no youtube. O Oxi vem descendo pelo Brasil e já foi objeto de apreensão no Paraná.

É um pouco mais barato que o Crack, mas exige maior frequência de doses por parte do viciado. É refinado com cal virgem e querosene, provocando danos muito sérios nos pulmões e no cérebro.















No aspecto, a pedra é mais amarelada que a pedra do crack.

O ASSENTO DE BOLINHAS MASSAGEADORAS























Agora há pouco vi mais um carro equipado com o luxuoso assento de bolinhas massageadoras (febre nos anos 80). Fiquei intrigado pensando:

É bonito? Não.
É confortável? Não.
Reduz o estresse? Não creio.
Valoriza o carro? Tente.

Então, para que ficar se torturando sentado em cima de um assento de bolinhas de madeira?

Se fosse algo realmente saudável, os carros já viriam com esse tipo de opcional.

Segundo a página de internet do programa VRUM, esse "luxo" pode deixar o motorista até paralítico.

Gosto é gosto...só pode ser essa a explicação inexplicável.

16 de dezembro de 2010

ORGULHO NEGRO X ORGULHO BRANCO

Interessante notar que se uma pessoa usa uma camiseta escrita "orgulho negro", todos achamos legal, bonito e simpático. Porém, se outra estiver com uma camiseta "orgulho branco", será vista como racista, nazista, etc.

15 de dezembro de 2010

MAIS UMA DO "BLUE EYES"

CÓDIGO FLORESTAL PREVALECE SOBRE CÓDIGO AMBIENTAL DE SANTA CATARINA

A 3ª Câmara de Direito Público do TJ, em análise de agravo de instrumento interposto de decisão liminar da comarca de Armazém, decidiu que eventuais divergências quanto à limitação de área de preservação permanente em área rural, existentes entre o Código Florestal e o Código Ambiental de Santa Catarina, devem ser resolvidas em favor da norma que melhor resguardar o meio ambiente.

A posição, ressalvou o desembargador Luiz Cézar Medeiros, relator da matéria, diz respeito ao caso concreto e pode ser adotada pelo menos na fase processual de cognição sumária. A polêmica é grande, pois há inclusive uma ação direta de inconstitucionalidade em andamento no Supremo Tribunal Federal contra a nova legislação ambiental catarinense – que, para muitos, não poderia se sobrepor à legislação federal (Código Florestal), principalmente para relaxar aspectos protetivos existentes.

(Fonte: Jurídico News - Agravo de Instrumento n. 2010.022140-9).

13 de dezembro de 2010

O DEUS MERCADO

Quase todos os dirigentes políticos, sejam da esquerda tradicional ou da direita, sejam do Norte ou do Sul, confessam uma verdadeira devoção pelo mercado e, em particular, pelos mercados financeiros.

Na verdade, deveríamos dizer que eles criaram uma verdadeira religião do mercado. A cada dia, em todas as casas do mundo que tem televisão ou internet, celebra-se uma missa dedicada ao deus mercado durante a divulgação da evolução das cotações da Bolsa e dos mercados financeiros.


POR UM MUNDO MENOS BUNDINHA (RICARDO TREIS)

Lembra que sua mãe sempre limpou o banheiro da sua casa com Q-Boa e já tava mais que bom? Lembra que teve um tempo que você só usava uma Kolynos brancona pra escovar os dentes e tava tudo fresco? Lembra daquele seu amigo que comia barro no jardim e nunca deu nada com ele? Bãozi, se você amado leitô não faz idéia do que estou falando, fica o testemunhal: Ricardo Daniel Treis presenciou esses dias, e olha só, sobreviveu de bo-a.

Discordem de minha objeção, porém se não como um ser humano respeitável, o diploma de publicitário (traíra) me dá liberdade suficiente para a crítica: em que inferno frutinha a propaganda quer converter o mundo? Percebam nos breaks de 30 segundos a tela plana LCD escorrendo paranóia gratuita, só para a venda de mais um diferencial dispensável.

“Você sabia que existem 12 problemas bucais?”, “Você sabia que seu filho pode ser possuído por germes se não usar nosso sabonete?”, “Você sabia que bactérias carnívoras estão colonizando seu vaso sanitário?”, “Você sabia que sua casa fede?” Admito o exagero nas expressões, mas uso ele para ilustrar e justamente questionar a responsabilidade desses imbecís, que minuto a minuto empurram uma imagem circunstancial forçada, apenas para conquistarem relevância nas (já saturadas por eles mesmos) prateleiras de supermercados.

Pais passam a criar os filhos em bolhas de proteção, você nunca pode achar que seus dentes estão escovados bem o suficiente e a dona de casa, por mais que esfregue o chão, ainda não está fazendo direito. Mas se a vida parece insatisfatória, a culpa não é sua. Lembre-se do anunciante irresponsável, é ele quem promove um mundo bundinha e complicado.

Este ótimo texto é do Ricardo Treis lá  do http://www.poracaso.com/

11 de dezembro de 2010

ATÉ QUANDO ESPERAR? (PLEBE RUDE)

A VERGONHOSA PRISÃO DE JULIAN ASSANGE













A prisão do editor do Wikileaks, Julian Assange, o fechamento de sua conta bancária na Suíça e o bloqueio do site wikileaks.org, demonstram o poderio e a influência do governo norte-americano no jogo diplomático internacional.

Na Europa, protestos foram feitos em Madri, Barcelona, Valência, Sevilha e em outras três cidades da Espanha. Há manifestações planejadas também para acontecer em Amsterdã (Holanda) e nas capitais da Colômbia, México, Argentina e Peru.

No Brasil, a coisa é diferente, 95% da população não lê jornais (número estatístico real) e nem sabe quem é Julian Assange ou o que ele fez ou deixou de fazer.

Não há prova de que ele tenha cometido qualquer crime, exceto a divulgação de documentos secretos vazado do sistema de segurança norte-americano.

Ninguém se lembra da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos princípios basilares da democracia? Para o governo norte-americano a democracia só existe se for boa para os interesses deles, nada mais.

A manutenção dessa prisão é uma vergonha planetária.

10 de dezembro de 2010

ÓPERA NO SHOPPING (BUENOS AIRES)



Belíssima intervenção artística tocando o coração das pessoas e transformando o cotidiano.

SOBRE O TEMPO

Somos nós que temos o tempo, ou é o tempo que nos têm?

9 de dezembro de 2010

DECISÃO DO TST SOBRE VÍNCULO EMPREGATÍCIO DE DIARISTA

A falta de continuidade na prestação de serviços inviabilizou o reconhecimento de vínculo de emprego de uma diarista doméstica que trabalhava duas vezes por semana na mesma residência no Rio de Janeiro.

Para a 6ª Turma do TST, que rejeitou recurso da trabalhadora, caracteriza-se como "descontínuo" o trabalho realizado em dois dias na semana. Segundo o ministro Mauricio Godinho Delgado, relator do recurso de revista, “somente o trabalho em metade da semana, ou seja, a partir de três dias semanais, apresenta a continuidade de que fala o artigo 1º da Lei 5859/72”.

O artigo a que se referiu o ministro define como empregado doméstico aquele “que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa a pessoa ou a família, no âmbito residencial destas”.

Nesse sentido, há jurisprudência do TST com esse entendimento. Um dos julgados, de relatoria da juíza convocada Maria Doralice Novaes, esclarece que a Lei nº 5.859/72 exige que o empregado doméstico preste serviços de natureza contínua, no âmbito residencial da família, “o que equivale a, em princípio, trabalho em todos os dias da semana, com ressalva do descanso semanal remunerado”.

Esse julgado enfatiza a distinção existente entre as situações de empregado doméstico e de diarista: em relação aos serviços do trabalhador doméstico, o acórdão diz que correspondem “às necessidades permanentes da família e do bom funcionamento da residência” e que, por outro lado, “as atividades desenvolvidas em alguns dias da semana, com vinculação a outras residências, havendo a percepção de pagamento, ao final de cada dia, apontam para a definição do trabalhador autônomo, identificado como diarista”.

(Fonte: http://www.espacovital.com.br/)

UM UNIVERSO, DENTRO DE UM UNIVERSO, DENTRO DE UM UNIVERSO...


Fractice Mandelbrot deep zoom to 2^316 (bigger than the universe!) from Chris Korda on Vimeo.

8 de dezembro de 2010

E LÁ VEM O PAPAI NOEL, AQUELE...



Garotos Podres foi um ícone do movimento punk brasileiro, na década de 1980.

A letra utilizada no Programa do Jô é a da versão "politicamente quase correta". Na verdade a letra não é "Papai Noel, velho batuta", mas sim "Papai Noel, f.d.p."

5 de dezembro de 2010

GOVERNADOR DO RIO QUER LEGALIZAÇÃO DO JOGO E DAS DROGAS

Segundo noticiou o Jornal Folha de São Paulo de hoje, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirma que vai levar à presidente eleita, Dilma Rousseff, a ideia de defender em fóruns internacionais "uma discussão" sobre a legalização planetária das drogas leves.

Ele sustenta que "a repressão pura e simples não tem sido inteligente" e que "a proibição leva a mais prejuízo do que uma ação inteligente do poder público".

Cabral ressalvou que a legalização das drogas não poderia ser adotada por um único país, mas por um conjunto de países. "Isso tem de ser discutido na ONU e no G-20 [grupo das 20 maiores economias]", disse ele. "É um tema que merece a atenção dos chefes de Estado."

Na visão do governador, uma experiência poderia ser feita com a maconha. Para ele, a repressão às drogas mata "inocentes" e demanda um "gasto" que poderia ser aplicado em outras áreas.

Cabral defende também a legalização do jogo no Brasil, assim como ocorre em outros países, e refuta o argumento de que a medida se prestaria à lavagem de dinheiro.

UMA PERGUNTA DIFÍCIL PARA GEISY ARRUDA

EU SEI QUE VOU TE AMAR (INTERPRETADA POR EMÍLIO SANTIAGO)

COMENDO PEIXE FRITO VIVO (CULINÁRIA CHINESA)



Pelo menos matem o peixe para depois fritar. Não consigo entender o divertimento do pessoal na mesa. Não vejo nada de exótico nisso.

EUA FIZERAM EXPERIÊNCIA COM SÍFILIS NA GUATEMALA

Os Estados Unidos pediram desculpas na sexta-feira (02/12) por um experimento conduzido nos anos 1940 no qual os pesquisadores infectaram com sífilis prisioneiros, mulheres e doentes mentais na Guatemala.

No experimento, destinado a testar a então recém-desenvolvida penincilina, os presos eram infectados por prostitutas e depois tratados com o antibiótico.

"O estudo de inoculação da doença transmitida sexualmente conduzida entre 1946 e 1948 na Guatemala foi claramente antiético", disseram a secretária de Estado Hillary Clinton e a secretária de Serviços Humanos e de Saúde Kathleen Sebelius em um comunicado.

"Além da penitenciária, os estudos ocorreram num asilo para doentes mentais e em quartéis militares", afirmou Reverby em um comunicado.

"No total, 696 homens e mulheres foram expostos à doença e depois tratados com penicilina. Os estudos seguiram até 1948 e os registros sugerem que, apesar das intenções, provavelmente nem todo mundo foi curado", afirmou ela.

OBSERVAÇÃO 1: esse fato me lembra de experiências médicas (terríveis diga-se de passagem) realizadas pelos nazistas na mesma época, do outro lado do Oeano Atlântico. Para os alemães, no entanto, não bastou um mero pedido de desculpas. Muitos foram julgados e condenados à morte.

OBSERVAÇÃO 2: Por que vir aqui na Guatemala fazer esse tipo de experiência? Por que os EUA não praticaram essa atrocidade dentro do próprio país, com o seu povo? Resposta: ora, a Guatemala na década de 40 era apenas mais um país cercado de mata por todos os lados, sem comunicação com o mundo. Esse tipo de atitude é típica do autoproclamado defensor global da liberdade, da ética e dos direitos humanos.

4 de dezembro de 2010

INSTITUTO RÃ BUGIO

É sempre muito gratificante acompanhar o trabalho de Germano e Elza, para preservação da Mata Atlântica em Santa Catarina.

Acompanhe as novidades e avanços na preservação em http://ra-bugio.blogspot.com/

2 de dezembro de 2010

AIDS AUMENTA ENTRE JONVENS DE 17 A 20 ANOS

O Ministério da Saúde informou ontem que, mesmo com campanhas de prevenção, está ocorrendo aumento gradual dos casos de Aids entre os jovens brasileiros. Na faixa de 17 a 20 anos, o número de jovens com HIV aumentou de 0,09% para 0,12% em cinco anos.

De acordo com o boletim epidemiológico de 2010, existem 592.914 mil casos notificados de Aids no país. Desses, 65,1% atingem a população masculina, contra 24,9% do sexo feminino. Nos últimos 30 anos, 229.222 brasileiros já morreram vítimas da doença.

AIDS não tem rostinho feio ou bonito. Cuidem-se!

30 de novembro de 2010

SO NICE (DIANA KRALL)

A FÉ SEGUNDO HERMANN HESSE

A fé, como eu a entendo, não é fácil de traduzir em palavras. Talvez possa ser assim expressa: creio que, apesar do seu absurdo patente, a vida ainda assim tem um sentido; eu me resigno a não poder perceber este sentido com a razão, mas estou pronto a servi-lo, mesmo que para tal tenha que me sacrificar.

A voz desse sentido, ouço-a em mim mesmo, nos instantes em que estou completa e verdadeiramente vivo e alerta. O que a vida exige de mim nesses instantes, quero tentar realizar, mesmo indo contra os padrões e as leis comuns. Ninguém pode ter essa crença sob imposição, nem se forçar a ela. Só se pode vivê-la.

27 de novembro de 2010

O DEMÉRITO ARTÍSTICO DE BLACK EYED PEAS



Endless love foi gravada na década de 80 por Lioner Richie e Diana Ross. A canção fez um grande sucesso na época, mesmo no Brasil, em que a maioria sabia se tratar de música romântica mesmo sem entender a letra, pois Lionel e Diana interpretaram muito bem a letra.

Em verdade a letra é bem melosa, contendo todo o tipo de chavões de "amor sem fim".

Na década de 90, foi a vez de Mariah Carey interpretar a música e colher os louros ($$$) do cover.

E agora, após esses 30 anos  do surgimento da canção, veio Black Eyed Peas para trabalhar um remix de muito, mas muito mau gosto. Se você não ouviu a bagaça ainda e está com o estômago em dia, o vídeo está acima.

Como gosto é gosto e o importante é consumir logo a "fast art", a música está tocando bastante nas rádios, nas festas e, para a minha infelicidade, nos carros de janelas abertas.

25 de novembro de 2010

PERGUNTAR NÃO ENSURDECE: POR QUE CARRO COM SOM ALTO NUNCA TOCA MÚSICA BOA?

Ora bolas, a resposta é simples e parte de outras perguntas.

1) O que esperar de uma pessoa mal educada que não respeita os ouvidos alheios?
2) O que esperar de uma pessoa que precisa de som alto para se sentir notada?
3) O que esperar de uma pessoa cujo traço mais marcante de sua personalidade é o carro?
4) O que esperar de uma pessoa que acredita que todos têm o seu gosto musical?

Resposta: Não dá pra esperar outra coisa, senão música da pior qualidade.

Post Scriptum: Não gosto do inverno, mas o frio obriga alguns a fechar a janela dos carros. Com a volta do calor, infelizmente aumenta esse tipo de suplício sonoro.

1ª CÃOMINHADA DE JARAGUÁ DO SUL - HORÁRIO 15H30MIN DE SÁBADO
















É no próximo sábado. O horário foi alterado para as 15h30min.

ATOR MARK RUFFALO - AMEAÇA À SEGURANÇA NACIONAL DOS EUA



Encantado com o documentário Gasland, que fala sobre como a água potável e o ar estão sendo afetados pelas perfurações nas reservas de gás natural nos Estados Unidos, Mark Ruffalo (A Ilha do Medo) organizou algumas exibições da obra, além de dar voz às suas preocupações com essa questão desde o início do ano.

Com isso, o ator esperava aumentar a conscientização do maior número possível de pessoas. O que ele provavelmente não imaginava é que esta iniciativa iria lhe render um lugar entre as possíveis ameaças à segurança nacional.

De acordo com a W.E.N.N., o Departamento de Segurança Nacional da Pensilvânia colocou o ator sob obervação, na chamada lista de alerta contra o terror, onde são enumeradas as possíveis ameaças contra os Estados Unidos da América. Aparentemente, mesmo anos após os atentados de 11 de setembro, a paranóia norte-americana ainda está longe de terminar.
 

ATAQUE DE FÚRIA

24 de novembro de 2010

SOBRE O PRECONCEITO DOS BRASILEIROS

CRIATÓRIO CENTRAL DE MOSQUITOS EM JARAGUÁ DO SUL

Muito se fala em campanha da Dengue, sobre os cuidados que cada um deve ter em casa, não deixando água acumulada para evitar a procriação do mosquito, etc.

Porém, quem caminha pela ciclovia de Jaraguá do Sul, no trecho compreendido entre o calçadão da Avenida Marechal Deodoro da Fonseca e a Rua Reinoldo Rau (coração da cidade), vê um grande acúmulo de água em putrefação ao sol.

A água se acumula à margem da linha férrea e se estende por todo esse trecho da ciclovia.

Não há qualquer tipo de drenagem. A situação é antiga e fica mais grave nessa época do ano. Os órgãos públicos responsáveis deveriam tomar providências. Não basta que só o particular cuide da sua casa. As áreas públicas também devem ser observadas.

VENDE-SE A "CHÁCARA" DO EX-PRESIDENTE DA VASP (R$ 615 MILHÕES)








22 de novembro de 2010

DESAFINADO (JOÃO GILBERTO)

NAS LETRAS MIÚDAS...

Você lê atentamente o manual do usuário contra compra um telefone celular?

Eu não lia, até que soube que, em letras miúdas, constam avisos importantes sobre a emissão de radiação.

A Apple, por exemplo, não quer que seus iPhones fiquem a menos de 1,59 centímetro da cabeça dos usuários. A Research In Motion, que fabrica o BlackBerry, é ainda mais cuidadosa: orienta os consumidores a deixar uma distância de cerca de 2,5 centímetros entre seus corpos e os smartphones.

A unidade para medir a exposição à radiofrequência é chamada “taxa de absorção específica”, ou SAR, na sigla em inglês. A FCC (órgão que regula as telecomunicações nos Estados Unidos) determina que a SAR emitida pelos telefones não pode ultrapassar 1,6 watt por quilo.

Um estudo analisado por Henry Lai, da Universidade de Washington, indica que ratos expostos a índices de SAR entre 0,0006 e 0,06 watt por quilo apresentaram perda de memória. “Eu não esperava ver tais efeitos em níveis tão baixos”, afirma o professor.

(Com informações do Jornal Gazeta do Povo de Curitiba).

E AS SAKINEHS AMERICANAS?

A mídia mundial revolta-se contra a condenação da iraniana Sakineh, condenada por ter cometido homicídio e adultério contra o ex-marido.

Nada mais justo, nada mais correto. A mistura da política com a religião e a barbaridade da condenação à morte por apedrejamento (depois convertida em enforcamento) são elementos que devem ser utilizados para a construção de severa crítica contra o Irã.

Os EUA e países da Europa manifestaram-se formalmente, pedindo o cancelamento da condenação da Sakineh. O caso gerou crise internacional.

Porém o argumento de Ahmadinejad não deve ser desprezado. Segundo ele, existem neste momento, 53 mulheres condenadas à morte nos EUA (através de injeção letal ou enforcamento, a depender do estado), mas ninguém critica o sistema norte-americano.

Será que realmente só o Irã está errado? Por que o grande defensor da liberdade e dos direitos humanos não é criticado pela imprensa de massa quando age de forma parecida?

19 de novembro de 2010

GPS ANALÓGICO (BARATO)

PAIS QUE IMPEDIRAM TRANSFUSÃO DE SANGUE NA FILHA IRÃO A JÚRI POPULAR

Os desembargadores da 9ª Câmara Criminal do TJ de São Paulo decidiram por maioria de votos ontem (18) que os pais da menina que morreu por não ter recebido transfusão de sangue devem ir a júri popular. Juliana Bonfim da Silva, de 13 anos, morreu em 22 de julho de 1993. A mãe dela é testemunha de Jeová e o procedimento vai contra os preceitos dessa crença.

Para três dos cinco desembargadores que julgaram o caso, os pais e um médico amigo da família, que também testemunha de Jeová, mas não cuidou da garota, assumiram o risco ao impedir a ação dos médicos do hospital na Baixada Santista, onde a criança estava. Já a defesa, no entanto, sustentou que era dever dos médicos “independente da vontade da paciente e dos seus pais” salvar a sua vida.

“Jogaram aos leões os pais que são leigos nas questões médicas”, disse o advogado Alberto Zacharias Toron, defensor de Hélio Vitória dos Santos e Idelmir Bonfim de Souza, responsáveis pela garota. Ele afirmou que irá recorrer ao STJ e, caso necessário, ao STF.

Durante mais de uma hora e meia, advogados e desembargadores discursaram sobre de quem seria a culpa. Se dos pais ou da equipe médica do hospital que cuidou da paciente. Segundo o desembargador Francisco Bruno, que votou a favor do júri popular, este é um dos “casos mais difíceis” que ele julgou. “Torço pelos réus. Agora, dizer que não devem ir ao júri eu não posso”, completou.

Fonte: http://www.espacovital.com.br/

18 de novembro de 2010

SOBRE O TERMINAL RODOVIÁRIO DE JARAGUÁ DO SUL

Fato conhecido, nosso terminal rodoviário urbano é um pusta dum gueto. Avós, estudantes, trabalhadores e donas de casa compartilham o espaço com mendigos, traficantes, ladrões e prostitutas.

O Comandante do 14º BPM, em entrevista, comentou que o intenso movimento do local motiva a escória a permanecer, apesar das rondas e dos flagrantes feitos pelo sistema de vigilância eletrônica. Ele sugere uma revitalização do espaço como solução.

Em resposta, nosso secretário de Planejamento Urbano responde:

"O terminal é muito pequeno. Não tem como construir ou reformar."

Concluo que já estudaram isso então. Certamente um urbanista ou um técnico fez cálculos e tudo mais, e é absolutamente inviável qualquer obra no local. Bom, sendo assim, continua.

"Vamos voltar ao assunto somente no ano que vem. Quando a prefeita (Cecília Konell) irá decidir o que fazer. Se reformar e ampliar, ou construir um novo. Mas dá para afirmar que, no início do ano, queremos revitalizar a Praça do Expedicionário. Vamos colocar novos bancos, deixar a área mais aberta e com mais luminosidade."

Voltar ao assunto ano que vem? Daonde isso? Senhores, OS PROBLEMAS DA CIDADE NÃO TIRAM FÉRIAS.

Me alivia que a prefeita pode fazer uma obra fantástica decorrente disso, mas se "dá para afirmar que queremos revitalizar a Praça do Expedicionário", porque não presentear a população com um pouco mais de segurança nesse fim de ano, e aplicar algumas coisas agora?

Postes, lâmpadas, poda da vegetação, um vigia... Creio que não seja inacessível nem muito complexo executar algo desse nível.

Fica a sugestão, um pouco mais de agilidade, por favor.

17 de novembro de 2010

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS DE PRISÃO EM JARAGUÁ DO SUL

No dia de hoje a Polícia Civil iniciou o cumprimento de mandados de prisão em Jaraguá do Sul, tendo em vista a prolação de sentença condenatória dos acusados da Operação Game Over (Jogos de Azar). A Juíza da Vara Criminal não concedeu, a alguns dos acusados, o direito de recorrer em liberdade.

O POLÊMICO COMENTÁRIO DE LUIZ CARLOS PRATES



Esta fala do comentarista da RBS TV, Luiz Carlos Prates, rendeu uma série de críticas Brasil afora.

Tire suas próprias conclusões.

16 de novembro de 2010

O MERCADO DE MULHERES VIETNAMITAS

A China hoje é um país em estágio de enriquecimento. A população de alguns dos seus vizinhos pobres tenta atravessar a fronteira, tal como acontece na fronteira do México com os EUA. São pessoas em busca de (sub)emprego e renda.

A contratação de equipes para transpor a fronteiras (tal como os famosos coiotes) custa o equivalente a R$ 75,00 por pessoa e há grande interesse por parte de mulheres vietnamitas, segundo noticiou o jornal Folha de São Paulo de domingo (14.11).

Isto porque a política do filho único, aliada à cultura do desprezo à criança do sexo feminino (porque ao casar deixa a família dos pais e vai para a família do marido), fez com que faltem hoje cerca de 32 milhões de mulheres em idade para casar.

Essa falta de mulheres proporcionou a criação de um mercado de venda de mulheres imigrantes, principalmente vietnamitas, que custam em média o equivalente a R$ 5.200,00.

As mulheres são anunciadas em panfletos e vendidas no mercado com garantia de virgindade e de fuga durante o primeiro ano, devendo servir exclusivamente ao comprador.

Estamos no século 21, mas o orbe terrestre é grande e muito diverso. Convivemos com tencologia cada vez mais impressionante, mas também com práticas primitivas e abomináveis que mereceriam estar soterradas por grossas camadas de tempo.

O mais impressionante é que os organismos internacionais não tomam providências de qualquer natureza. O máximo que ocorre é a veiculação do fato por uma pequena parcela da mídia.

O mercado de seres humanos não é exclusividade da China, mas o homem moderno tem preocupações mais importantes(?), como o preço do barril de petróleo, por exemplo.

12 de novembro de 2010

RESPONSABILIDADE DO MUNICIPIO POR ANIMAIS ABANDONADOS

A 2ª Câmara de Direito Público do TJ, em agravo de instrumento sob relatoria do desembargador João Henrique Blasi, determinou ao município de Florianópolis, responsável pelo Centro de Controle de Zoonoses, que dê abrigo aos cães hoje acolhidos pelo casal Osvaldo e Marília de Sá.

Os autores do agravo, em verdade, foram impelidos em outra ação judicial, movida por seus vizinhos, a desfazer-se dos animais que mantinham em sua residência, com permissão para ficar com apenas três deles. Os animais excedentes, que estiveram abandonados nas ruas em situação de risco, deveriam ser removidos.

Ao procurar o Centro de Zoonoses, contudo, tiveram atendimento negado, sob argumento de falta de estrutura e de condições gerais para guardar outros cães, além daqueles que lá se encontram em situação emergencial.

Segundo o desembargador Blasi, além da decisão judicial, está claro no comando constitucional que cabe solidariamente ao município a responsabilidade pela proteção da fauna.

“Desse modo, não se trata (…) de simplesmente repassar ao Poder Público local o plantel de cães dos agravantes, mas sim de fazer com que a Municipalidade cumpra o seu papel legal e constitucional de velar pelos mesmos, ademais que, no caso concreto, a mercê de decisão judicial”, anotou o relator. (Agravo de Instrumento n. 2010.031714-0)

(Fonte: Jurídico News)

11 de novembro de 2010

ONE LOVE

A DINAMARCA E A CULTURA VERDE

Através de alta tributação, o governo dinamarquês está conseguindo, por exemplo, reduzir a emissão de CO2 nos transportes e diminuir o consumo de energia elétrica pela população.

Copenhague, a capital do país, possui 350 km de ciclovias. Hoje, 37% dos moradores de Copenhague percorrem de bicicleta por cerca de 1,2 milhão de km pelas ruas da cidade todos os dias. A meta é chegar a 50% em 2015.

O motivo de tantas bikes nas ruas é simples: um carro na Dinamarca custa caro, e cerca de 60% do valor dos automóveis vai em impostos.

"Temos uma política de impostos agressiva. É uma maneira de atrair as pessoas economicamente para a questão ambiental", diz Lars Hansen, da Associação de Energia Dinamarquesa - espécie de conselheira do governo para assuntos verdes.

Também há incentivos para deixar os carros movidos a combustíveis fósseis na garagem.

"Os veículos elétricos têm menos impostos e a partir do ano que vem estarão mais baratos", diz Hansen. Boa parte dos táxis dinamarqueses também é elétrica e identificada com uma espécie de selo verde.

As contas de consumo de energia elétrica, por sua vez, têm uma incidência de 50% de impostos. O objetivo é motivar os dinamarqueses a evitarem desperdício.

Um casal tira da carteira cerca de R$170,00 (cerca de 70 euros) por trimestre para pagar a conta de energia- o que é considerado bastante caro no país.

Mas, de acordo com Hansen, os dinamarqueses decidiram se tornar "verdes" independentemente dos impostos. "É uma questão de opção de vida", analisa.

Um exemplo disso, na opinião dele, é o alto consumo de produtos orgânicos no país: mais da metade do que se come na Dinamarca tem origem orgânica- trata-se de um recorde mundial. E esses produtos custam de 10 a 20% a mais do que aquele que utilizam agrotóxicos.

A onda verde atingiu também hotéis e restaurantes locais, e fez com que a rede de supermercados Irma, fundada em 1886, aumentasse significativamente seu faturamento quando passou a ter foco em produtos orgânicos.

A meta do governo dinamarquês é que 80% do total consumido no país seja orgânico em 2015.

Os dinamarqueses também podem optar pelo consumo de energia renovável, como a eólica, pagando cerca de R$ 45,00 (20 euros) a mais por trimestre nas suas contas de luz. "Cada vez mais pessoas fazem essa opção", afirma Hansen.

ADVOGADO DE JARAGUÁ DO SUL ACUSA MANOBRA POLÍTICA

O advogado Humberto Pradi,de Jaraguá do Sul, que se inscreveu para concorrer à lista sêxtupla da OAB-SC, visando a nomeação do novo desembargador, está divulgando nota intitulada “Entendendo e compreendendo”. Lista as atividades profissionais e associativas que desempenhou e acusa manobras na eleição da lista. Confira:

“Sou HUMBERTO PRADI, brasileiro, casado, advogado inscrito na OAB/SC em 20.10.1977 sob o nº 2.706, com especialização em Direito Empresarial e Administração Judiciária. Tenho duas filhas, uma advogada e a outra médica. Sou de Jaraguá do Sul, onde resido com minha mulher e tenho o meu escritório de advocacia. Sempre exerci e exerço cargos em Associações, Clubes Sociais, Entidades Beneficentes e outros, entre os quais o de ser membro titular do Conselho Curador da PUC/PR-FERJ (Pontifícia Universidade Católica/PR – Fundação Educacional Regional Jaraguaense).

Com relação à atividade jurídica fui um dos fundadores (1982) e 1º Presidente da Associação Jaraguaense de Advogados; 1º Delegado (1982) para Jaraguá do Sul e região da Caixa de Assistência dos Advogados; fundador e 1º Presidente da Subseção da OAB/SC de Jaraguá do Sul, exercendo mandatos consecutivos em 1983/1985, 1985/1987, 1987/1989 e 1989/1991; idealizador, fundador e 1º Presidente do Centro Integrado de Profissionais de Jaraguá do SUL-CPL, entidade ímpar que congrega sob o mesmo teto (em edifício próprio) a Subseção de Jaraguá do Sul da OAB, a Associação Médica Jaraguá do Sul, a Associação Brasileira de Odontologia, subseção de Jaraguá do Sul e a Associação de Engenheiros e Arquitetos de Jaraguá do Sul. Presidente desta entidade (1995/1996) quando foi inaugurado o prédio (22.11.1986). Vice-Presidente Jurídico da ACIJS- Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, por três mandatos, de 2004 a 2007 (cargo ocupado por eleição – sem remuneração). Por três vezes componente da lista sêxtupla e por duas vezes da lista tríplice para o cargo de Desembargador (Quinto Constitucional).

Entendo a OAB como uma entidade independente, democrática, dotada de personalidade jurídica a serviço da sociedade brasileira, que proscreve qualquer discussão sectária, que luta contra a injustiça e a hipocrisia e é obediente à Constituição Federal. Com mais de 63 anos de idade e mais de 33 anos de dedicação exclusiva à advocacia, pautei minha vida dentro dos princípios da ética, da moral, da decência, da probidade, da conduta reta e íntegra e assim prossigo em família e na profissão que orgulhosamente abracei na luta pelo direito e pela justiça. Integrante de três listas anteriores e inscrito para nova empreitada, sucumbi pelo sistema e desisti de concorrer, saindo de cena por não concordar com a forma de condução na composição da lista, que, absolutamente, não se coaduna com os meus princípios e com aqueles que entendo norteadores da instituição que nos abriga. Nada mais me anima a prosseguir nesse ideal, mas continuarei defendendo com denodo uma mudança paradigmal na formação da listagem. Compreendi o recado. Afasto-me da lista, mas não da luta de, um dia, vê-la diferente.”
 
(Fonte: Blog do Moacir Pereira)

10 de novembro de 2010

RIGOR IRRACIONAL NO HORÁRIO DA PROVA DO ENEM



Deveriam ter esse rigor no controle de qualidade das provas. Não geraria tanto transtorno e desperdício de dinheiro público.

Custava deixar a moça entrar?

9 de novembro de 2010

VENDENDO O FILHO PARA TROCAR DE CARRO

O capitalismo norte-americano incute uma cultura de consumismo no povo que realmente não tem limites. Essa loucura em busca de sempre novas e maiores "necessidades" inadiáveis tem abalado a sanidade de muita gente.

Segundo o site http://www.folha.com/,  uma mulher da Flórida é acusada de ter tentado vender seu filho de oito semanas para comprar um carro novo.

O negócio foi intermediado pela avó da criança, que inicialmente pediu US$ 75 mil [R$ 127 mil], mas aceitou fechar o preço em US$ 30 mil [R$ 50 mil], segundo as autoridades. A mulher teria dito à "interessada" que não conseguia pegar um empréstimo no banco.

Ainda segundo a polícia, a mãe do bebê, Stephanie Bigbee Fleming, de 22 anos, receberia US$ 9.000 [R$ 15 mil] pelo negócio, e pretendia comprar um carro novo com essa quantia.

O bebê está sob custódia das autoridades.

COMO CANTAR SEM DIZER A LETRA (NA ÉPOCA DA DITADURA)



Censurinha ridícula da Ditadura Militar. Show realizado no Anhembi em 1973. A música Cálice foi considerada subversiva pelos orgãos da ditadura militar, por isso mesmo sendo cantada com a letra modificada. O microfone do Chico Buarque foi desligado.

Esse tipo de episódio tem que ser relembrado, para evitarmos que no futuro algo próximo possa voltar a acontecer.

Agora está em trâmite a proposta da criação dos "Conselhos de Comunicação Social", verdadeira hipótese de censura prévia, que deve ser evitada.

A DESTRUIÇÃO DO PROCESSO CRIATIVO DE PENSAMENTO

Nos tempos em que era professor da Unicamp, fui designado presidente da comissão encarregada da seleção dos candidatos ao doutoramento, o que é um sofrimento. Dizer "esse entra", "esse não" é uma responsabilidade dolorida da qual não se sai sem sentimentos de culpa. Como decidir sobre a vida de uma pessoa amedrontada em 20 minutos de conversa? Mas não havia alternativa. Essa era a regra. Os candidatos amontoavam-se no corredor recordando o que haviam lido da imensa lista de livros cuja leitura era exigida.

Aí tive uma ideia que julguei brilhante. Combinei com os meus colegas que faríamos a todos os candidatos uma única pergunta, a mesma pergunta. Assim, quando o candidato entrava trêmulo e se esforçando por parecer confiante, eu lhe fazia a pergunta, a mais deliciosa de todas: "Fale-nos sobre aquilo que você gostaria de falar!".

Pois é claro! Não nos interessávamos por aquilo que ele havia memorizado dos livros. Muitos idiotas têm boa memória. Interessavama-nos por aquilo que ele pensava. Poderia falar sobre o que quisesse, desde que fosse aquilo sobre o que gostaria de falar. Procurávamos as ideias que corriam no seu sangue!

Mas a reação dos candidatos não foi a esperada. Foi o oposto. Pânico. Como se esse campo, aquilo sobre que eles gostariam de falar, lhes fosse totalmente desconhecido, um vazio imenso. Papaguear os pensamentos dos outros, tudo bem. Para isso eles haviam sido treinados durante toda a sua carreira escolar, a partir da infância. Mas falar sobre os próprios pensamentos - ah! isso não lhes tinha sido ensinado. Nunca lhes havia passado pela cabeça que alguém pudesse se interessar por aquilo que estavam pensando. Nunca lhes havia passado pela cabeça que os seus pensamentos pudessem ser importantes.

Uma candidata teve um surto e começou a papaguear compulsivamente a teoria de um autor marxista. Acho que pensou que aquela pergunta não era para valer. Não era possível que estivéssemos falando sério. Deveria ser uma dessas "pegadinhas" sádicas, cujo objetivo é confundir. Por via das dúvidas, optou pelo caminho tradicional e tratou de demonstrar que havia lido a bibliografia. Aí eu a interrompi e disse: "Eu já li esse livro. Sei o que está escrito nele. E você está repetindo direitinho. Mas não queremos ouvir o que já sabemos. Queremos ouvir o que não sabemos. Queremos que você nos conte o que você está pensando, os pensamentos que a ocupam…". Ela não conseguiu.

O excesso de leitura a havia feito esquecer e desaprender a arte de pensar. Parece que esse processo de destruição do pensamento individual é uma consequência natural das nossas práticas educativas. Quanto mais se é obrigado a ler, menos se pensa. Schopenhauer tomou consciência disso e o disse de maneira muito simples em alguns textos sobre livros e leitura. O que se toma por óbvio e evidente é que o pensamento está diretamente ligado ao número de livros lidos. Tanto é assim que se criaram técnicas de leitura dinâmica que permitem que se leia Grande Sertão - Veredas em pouco mais de três horas. Ler dinamicamente, como se sabe, é essencial para se preparar para o vestibular e para fazer os clássicos fichamentos exigidos pelos professores. Schopenhauer pensa o contrário: "É por isso que, no que se refere a nossas leituras, a arte de não ler é sumamente importante."

MAIS UMA VEZ, FERNANDO PESSOA

Falaram-me em homens, em humanidade mas eu nunca vi homens, nem vi humanidade.

Vi vários homens assombrosamente diferentes entre si, cada um separado do outro por um espaço sem homens.

QUAIS AS PRIORIDADES DO BRASIL?

O Brasil hoje tem algo próximo de 14,5 milhões de analfabetos com idade superior a 10 anos, mas qual foi a fatia do orçamento federal destinada à educação em 2009?

Míseros 2,88%.

Mais da metade dos domicílios (34,6 milhões) no Brasil não tem acesso a rede de esgoto, mas qual foi o tamanho do investimento em saneamento básico no Brasil em 2009?

Ridículos 0,08%.

Certo.  Mas e quanto do orçamento geral da União é utilizado para pagamento de juros e amortizações com a dívida pública?

Mais de um terço do orçamento: 35,57%

Este não é um problema do governo Lula ou do PT. Essa sangria é histórica e amarra o Brasil no poste do atraso e da deficiência.

Obs. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/2009)

7 de novembro de 2010

A CHEGADA DOS TABLETS NO BRASIL

O iPad é um equipamento que mudou o jogo. Mesmo sem fazer chamadas, apagou a divisão entre os mercados de celulares inteligentes e computadores portáteis. A Apple faz mistério sobre o lançamento do equipamento no País, mas o mercado torce para que seja ainda este ano. Faz uns meses que o iPad foi homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Com sua tela grande sensível ao toque, o iPad definiu uma nova categoria de produtos, e os concorrentes começam a chegar ao mercado. Por enquanto, a Samsung foi a única a anunciar o lançamento de seu tablet, chamado Galaxy Tab, no País. Ele vai se juntar a algumas dezenas de milhares de iPads trazidos do exterior por brasileiros.

"Já começamos a produção no Brasil", disse Hamilton Yoshida, diretor da Samsung. A empresa está fabricando o produto em sua fábrica de Campinas. Com tela de sete polegadas, o modelo lançado por aqui tem recepção de TV analógica e digital, recurso que não está presente nos tablets de outros fabricantes. O preço sugerido é de R$ 2.699.

(Fonte: blog do Luis Nassif)

Comentário: O preço praticado no Brasil nesse início de mercado será absurdo e incompatível com o que o produto realmente representa. Nos EUA o IPAD é vendido a US$ 699,00 e os similares em torno de US$ de 400,00.

3 de novembro de 2010

QUEM SERÁ O NOVO MINISTRO DO STF?

O Brasil tem 600.000 advogados, 15 mil juízes e 10 mil procuradores, além de quase dois milhões de bacharéis que não são advogados porque não têm exame de Ordem.

Apesar disso, Lula tem dificuldade de escolher um para ser ministro do Supremo Tribunal Federal.

Fonte: http://www.claudiohumberto.com.br/

2 de novembro de 2010

I´VE GOT TO SEE YOU AGAIN (NORAH JONES)

ENTRE O ESPIRITUAL E O MATERIAL (MARCELO GLEISER)

EXISTIMOS NESSA FRONTEIRA, não muito bem delineada, entre o material e o espiritual. Somos criaturas feitas de matéria, mas temos algo mais. Somos átomos animados capazes de autorreflexão, de perguntar quem somos.

Devo dizer, de saída, que espiritual não implica algo sobrenatural e intangível. Uso a palavra para representar algo natural, mesmo intangível, pelo menos por enquanto.

Pois, se olharmos para o cérebro como o único local da mente, sabemos que é lá, na dança eletro-hormonal dos incontáveis neurônios, que é gerado o senso do "eu".

Infelizmente, vivemos meio perdidos na polarização artificial entre a matéria e o espírito e, com frequência, acabamos optando por um dos dois extremos, criando grandes crises sociais que podem terminar em atrocidades.

Vivemos numa época onde o materialismo acentuado -do querer antes de tudo, do eu antes do outro, do agora antes do legado-, está por causar consequências sérias.

Lembro-me das sábias linhas do filósofo Robert Pirsig, no clássico "Zen e a Arte da Manutenção de Motocicletas": "Nossa racionalidade não está movendo a sociedade para um mundo melhor. Ao contrário, ela a está distanciando disso".

Ele continua: "Na Renascença, quando a necessidade de comida, de roupas e abrigo eram dominantes, as coisas funcionavam bem.

Mas agora, que massas de pessoas não têm mais essas necessidades, essas estruturas antigas de funcionamento não são adequadas. Nosso modo de comportamento passa a ser visto como de fato é: emocionalmente oco, esteticamente sem sentido e espiritualmente vazio".

O ponto é claro: atingimos uma espécie de saturação material. Para chegar a isso, sacrificamos o componente espiritual. O material é reptiliano: "Eu quero, eu pego. Se não consigo, eu mato (metaforicamente ou de fato). O que quero é mais importante do que o que você quer".

Claro, progredimos muito, dando conforto a milhões de pessoas, mas, no frenesi do sucesso, deixamos de lado o que nos torna humanos. Não só nossas necessidades, mas nossa generosidade, nossa capacidade de dividir e construir juntos.

Quando nossa sobrevivência está garantida, recaímos em nosso modo reptiliano de agir -autocentrado- e esquecemos da comunidade.

A diferença entre nossa realidade e a de Pirsig, que escreveu essas linhas acima em 1974, é que um novo tipo de conscientização está surgindo, em que o senso de comunidade está migrando do local ao global.

Isso me deixa otimista.

Em todo o planeta, um número cada vez maior de pessoas entendeu já que os excessos materialistas da nossa geração precisam terminar. Não é apenas porque o materialismo desenfreado é superficial. É porque é letal, tanto para nós quanto para a vida à nossa volta.

Olhamos para nosso planeta de modo que não olhávamos 20 anos atrás. O sucesso do filme "Avatar" não teria sido o mesmo em 1990.

O momento está chegando para um novo tipo de espiritualidade, que nos levará a uma existência mais equilibrada, onde o material e o espiritual mantêm um balanço dinâmico. O material sem o espiritual é cego, e o espiritual sem o material é fantasia. Nossa humanidade reside na interseção dos dois.

Fonte: http://www.marcelogleiser.blogspot.com/

ÁLVARO DE CAMPOS (HETERÔNIMO DE FERNANDO PESSOA)

Fiz de mim o que não soube
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me.

Quando quis tirar a máscara,
Estava pegada à cara.
Quando a tirei e me vi ao espelho,
Já tinha envelhecido.
Estava bêbado, já não sabia vestir o dominó que não tinha tirado.

Deitei fora a máscara e dormi no vestiário
Como um cão tolerado pela gerência
Por ser inofensivo
E vou escrever esta história para provar que sou sublime.

(Trecho de "Tabacaria").

29 de outubro de 2010

SOBRE DINHEIRO, RIQUEZA E ATRIBUIÇÃO DE VALORES


The Future of Money from KS12 on Vimeo.

A forma como enxergamos o dinheiro e a riqueza potencial que ele representa é absoluta? Não existem alternativas? O sistema financeiro é esse mesmo engessado como o conhecemos ou é possível a criação de uma nova realidade, um modo mais eficiente de geração de riqueza para a melhoria da vida de todos?

O vídeo é em inglês, mas vale a pena tentar compreender que existem novas formas de pensar a respeito do sistema financeiro, lógica de mercado, dinheiro e de formas de geração de riqueza.

28 de outubro de 2010

ELEIÇÃO DIRETA É SINAL DE DEMOCRACIA?

Vejo que a eleição direta constitui uma das características da democracia, mas ela somente, não permite concluir pela existência de um ambiente democrático.

Democrático é o espaço em que o cidadão, ciente dos seus direitos e deveres, exerce sua parcela de poder, seja votando em representantes, participando como candidato a uma função pública, manifestando-se livremente, interferindo em  iniciativas populares, plebiscitos ou referendos.

Então, como pode haver democracia num País em que o povo não sabe pensar porque não foi ensinado a pensar e não saberá pensar, porque continua não sendo habilitado para tanto? O macrossistema educacional brasileiro é abominável, tanto que o Brasil continuou em 2010, com a 45ª posição dentre 110 países.

As campanhas midiáticas de ambos os candidatos se utilizaram do que há de mais sórdido para ataques e contra-ataques. Convencer o eleitor a qualquer custo ético, moral ou financeiro, esta foi a característica marcante da atuação do marketing político.

As propostas e diretrizes de governo ficaram num segundo plano. E por que? Porque o povo não entende as necessidades do País, não consegue interpretar políticas econômicas e sociais. Em vez disso, sobrou a competição de quem pagará o maior salário mínimo, quem dará mais aumento para os aposentados, quem manterá as bolsas de auxílio social.

Domingo vamos votar novamente, mas vejo uma imensa e escura fila de zumbis (com aquelas poucas exceções) que não sabe ao certo o que, em quem, por que e para que?

COMO AINDA DÓI A PRIVATIZAÇÃO DA VALE

Digam o que quiserem sobre a vantagem do Brasil ter privatizado a Vale, mas dói muito saber que particulares lucraram R$ 10,554 bilhões de julho a setembro, um salto de 253,4% frente aos R$ 2,987 bilhões apurados no mesmo trimestre de 2009.

As jazidas exploradas pela Vale são propriedade do povo brasileiro. Esta riqueza deveria estar sendo revertida em prol da nação e não em benefício de empresários transnacionais.

Em nove meses, o lucro alcançou R$ 20,068 bilhões, uma alta de 163%.

Alguém se lembra por quanto foi vendida a Vale?

Resposta: ridículos R$ 3,3 bilhões.

Só para se ter uma idéia do crime praticado contra o Brasil, em 1996, um ano antes da venda, o lucro, só o lucro oficial da Vale havia sido de R$ 13,4 bilhões.

Pra que privatizar?

27 de outubro de 2010

TOM SAWYER (RUSH)



Esse clássico estava faltando por aqui...

MILAVOS - A INVENÇÃO DOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Nossa moeda tem apenas duas casas decimais, ou seja, centavos. Mas os Postos de Combustíveis criaram a figura dos "milavos", com a inserção de uma terceira casa após a vírgula.

Essa criação constitui, na minha opinião, uma forma de ludibriar o consumidor, atraindo a clientela sem conceder uma verdadeira vantagem econômica.

O problema é que se um posto faz, os outros também fazem. Quem deveria fiscalizar nada faz e acaba sendo consagrada a criação dos "milavos".

Ora, o litro da gasolina é R$ 2,57 ou R$ 2,58, não existe R$ 2,579. Já existem discussões judiciais em trâmite, promovidas pelo Ministério Pùblico para o fim de coibir tal prática.

Em Londrina (PR), o sindicato dos postos de combustíveis firmou um termo de ajuste de conduta para que os postos associados ao sindicado não mais se utilizem desse tipo de expediente.

26 de outubro de 2010

JORNALISTA PAULO BEHRINGS PEDE DEMISSÃO AO VIVO NA TV BRASIL CENTRAL GOIÁS



"Garanta seu emprego, que eu garanto a minha dignidade."

Paulo, parabéns pela atitude nobre!

Hoje a isenção no jornalismo está sendo punida, por isso temos revistas como a Veja e a Época, bem como telejornais como os exibidos em horário nobre na Globo e na Record. Cada um torcendo os fatos segundo os interesses dos proprietários ou financiadores.

Veja mais destalhes em http://www.pauloberinghs.com.br/

23 de outubro de 2010

SONHO QUE SE SONHA JUNTO É REALIDADE



Santo Agostinho (que, para mim não é referência moral) disse certa vez que "povo é um conjunto de pessoas racionais unidas por um mesmo sonho."

Desunido, o povo trava a batalha do individualismo que tanto reduz o progresso, pois não se sabe qual o caminho a ser trilhado. Julgamo-nos, cada um em relação ao outro, superiores, mas não enxergamos o exemplo das abelhas e das silenciosas formigas.

Egos inflados pela sanha cega de consumo (você é especial, você merece, viva o agora, etc.) e lá se vai a sinergia necessária ao aperfeiçoamento humano.

Essa dissolução do vínculo social é muito interessante para quem governa (formal ou informalmente), pois nossas minúsculas individualidades soltas não exercem a pressão política necessária para o exercício legítimo do poder outorgado aos mandatários.

Chico Buarque na  música "A Banda", toca no assunto do "sonho comum" quando diz que o homem sério conta dinheiro, o faroleiro conta vantagem, a narmorada conta as estrelas, o velho fraco reclama do cansaço....mas todos largam suas pequenas vidas quando passa a Banda falando coisas de amor.

Daí a necessidade de um fator de união social, muitas vezes representado por uma personalidade, por um movimento ou por uma ideologia, desde que sadia em relação aos ideais humanísticos mais elevados.

Falta-nos um verdadeiro sonho, algo mais do que comprar um carro, depois uma moto, depois um apartamento de frente para o mar, depois...

Sinto falta disso nessa pós-modernidade alienada pelo consumo burro e inconsequente.

Raul viveu antes do tempo dele, que ainda não chegou. Vivemos na idade do individualismo burro, do sonho que se sonha só.

CRACK NA LATINHA



Foi-se o tempo que uma latinha de cerveja ou refrigerante era apenas um recipiente de bebida.

Atualmente, quem caminha pelas ciclovias de Jaraguá do Sul ou passa às margens do Rio Itapocú, frequentemente encontra latinhas amassadas pela metade com um furo queimado no centro.

A latinha virou o cachimbo do "crackeiro" de hoje, que tanto perigo traz para si, seus familiares e para a sociedade de forma geral.

A polícia local faz o que pode, mas o problema é muito maior do que a capacidade. As campanhas de conscientização surtem algum efeito, porém, a onda do crack ainda assim se alastra cada dia mais.

No último domingo encontrei 2 homens e 1 mulher fumando crack na latinha às 11h00min na ciclovia, com a claridade do sol no rosto para todos.

Não há mais medo ou qualquer tipo de receio de repressão. Quem fuma crack não tem mais nada a perder, e esse é um grande problema de todos nós.

22 de outubro de 2010

DIÁLOGO MATINAL 2 (A MISSÃO)

Estava eu folheando uma dessas revistas de futilidades na sala de espera de um escritório.

Em uma das folhas, vi o anúncio de uma caneta elitizada desenvolvida pela Faber Castell, para concorrer com a Mont Blanc.

A tal caneta, de série limitada, tinha uma peculiaridade: levava em sua parte superior, um pedacinho de fóssil de mamute (devem ser restos de fósseis inaproveitáveis para fins de estudo).

Quase que involuntariamente esbocei uma reação de estranheza e disse baixinho a quem quisesse ouvir: “- Fóssil de mamute....que bizarro.”

Próxima de mim, uma mulher, aparentando seus vinte e poucos, respondeu: “- É néééé....eles judiam do bichinho!”

Assustado com a resposta surreal, voltei nervosamente meus olhos para a revista, esperando ter sido o único presenteado.

Compartilho com os leitores por um ato de caridade.

DCE UNERJ/PUC - MELHORIAS NO TRANSPORTE PÚBLICO

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) Unerj/Puc-PR, representado pelo presidente, Luís Fernando Almeida, esteve com a chefe de gabinete da Prefeitura, Fedra Alcântara da Silva, para tratar sobre mobilidade, segurança e desconto do passe estudantil. Marcado a princípio com a prefeita Cecília Konell, o encontro tratou de assuntos pontuais que serão analisados, segundo ela.

Para Almeida, cinco pontos merecem atenção especial: a abertura e iluminação pública da rua Afonso Nicolluzi, nos fundos da universidade; a conclusão da via paralela à BR-280, sentido Unerj/Posto Marcolla; melhoria e ampliação do ponto de ônibus (nos fundos da Unerj); o término da ponte que liga os bairros Amizade e Rau, dentre estas reivindicações, Almeida informou a chefe de Gabinete que está iniciando uma discussão visando o benefício da meia passagem em tempo integral para os estudantes e não tão somente no horário que os mesmos estão matriculados. O presidente do DCE-UNERJ/PUC-PR citou a Lei Estadual 8038/90, que dispõe:

“Art. 1º O estudante que, para se deslocar do estabelecimento de ensino em que está matriculado, utilizar qualquer meio de transporte fluvial, lacustre ou marítimo, como balsa, ferry-boat, canoa ou similar, de propriedade do Estado, dos municípios ou privada, mas que funcione por concessão e com fiscalização do poder público, gozará de 50% (cinquenta por cento) de abatimento no valor de seus passes”.

Almeida informou ainda, que caso as negociações não funcionem, a entidade promete denunciar o caso ao Ministério Público para que se tomem as medidas cabíveis. Desta forma, o DCE-UNERJ/PUC-PR deve estar encaminhando um ofício à Canarinho, pedindo mudanças no sistema, bem como agendando uma reunião, que contará com a presença da Prefeita Cecília Konell, para discutir o caso. Esta mesma reunião deverá servir para se discutir, também, a aplicação de uma lei municipal que regulamente a gratuidade na passagem para acompanhantes de deficientes, recentemente sancionada pela Prefeita.

21 de outubro de 2010

WAVE (TOM E TOQUINHO)



Essa é para o amigo Karlan...

20 de outubro de 2010

OAB PRETENDE COIBIR PLÁGIO DE MONOGRAFIAS

O Conselho Federal da OAB aprovou nesta terça (19), por unanimidade, diversas recomendações para coibir o comércio ilegal de trabalhos acadêmicos e o plágio de monografias nas universidades brasileiras.

Será enviado ofício a todas as instituições de ensino superior do Brasil, para que invistam na adoção de softwares de busca de similaridades na Internet e em bancos de dados para identificar plágio de obras jurídicas e monografias disponíveis na rede mundial de computadores.

A OAB irá requerer, ainda, a adoção de políticas rigorosas de conscientização dos estudantes sobre o assunto. O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, defendeu rigor máximo com relação ao combate ao plágio. Ele atribuiu o aumento de "cópias" dos trabalhos acadêmicos à proliferação de cursos de Direito de baixa qualidade

Fonte: http://www.claudiohumberto.com.br/

19 de outubro de 2010

ESPETINHO DE RATOS - CULINÁRIA DE MOÇAMBIQUE

O rato é parte importante da culinária de Moçambique, sendo verdadeiro meio de subsistência.

Muitos dos moradores das zonas rurais de Macanga, ganham a vida caçando e vendendo ratos na beira de estrada. Depois de capturados, os ratinhos são preparados e assados em espetinhos com 6 ou 7 unidades e vendidos por 10 meticais (cerca de cinquenta centavos de real).
















Cada um dos caçadores ganha por dia em média cerca de 5 reais. Para muitos moradores de vilarejos pobres da região, o espetinho de rato é a única carne que eles podem se dar ao luxo de comer.

Diminuíram sensivelmente as minhas chances de visitar Moçambique.

JUÍZA CONDENA PREFEITA CECÍLIA KONELL POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Foi prolatada sentença em Ação Civil Pública reconhecendo improbidade administrativa praticada pela Prefeita Cecília Konell.

O caso envolveu a nomeação da irmã da Prefeita para o exercício de função gratificada de supervisora de biblioteca, com aumento de remuneração, caracterizando segundo a Juíza, a prática do nepotismo.

Segue abaixo a parte dispositiva da sentença que determinou a perda da função pública, a perda dos direitos políticos por 3 (três) anos e multa no valor de 2 remunerações mensais. Dessa sentença caberá recurso ao Tribunal de Justiça (Florianópolis).

Em face do que foi dito, julgo procedentes em parte os pedidos formulados pelo Ministério Público do Estado de Santa Catarina para reconhecer ter Cecília Konell praticado o ato de improbidade administrativa descrito no art. 11, caput, da Lei n 8.429/92, e, levando em consideração o grau de reprovabilidade da conduta e os princípios da razoabilidade e proporcionalidade, com fundamento no art. 37 da CF e no art. 12, III, da Lei n 8.429/92, decretar a perda da função pública exercida pela ré, suspender seus direitos políticos por 03 (três) anos e condená-la ao pagamento de multa civil, cujo montante arbitro em 2 (duas) vezes o valor da remuneração mensal que percebe como Prefeita do Município de Jaraguá do Sul. Considerado que o autor decaiu de parte mínima do pedido, condeno a ré ao pagamento das custas finas, conforme art. 21 do CPC. Sem honorários advocatícios (Resp. n. 493823/DF, Rel. Min. Eliana Calmon).

A íntegra da sentença pode ser acessada no site abaixo.

http://esaj.tjsc.jus.br/cpo/pg/show.do?processo.foro=36&processo.codigo=100002JVH0000&cdForo=36&cdComarca=-1

PARADOXO MUSICAL

Hoje pela manhã vi um folheto de publicidade falando sobre uma noite de "FUNK CHIC" aqui em Jaraguá.

Funk Chic soa-me um tanto paradoxal. Veio-me à cabeça a figura da "Mulher Melancia" de vestido longo dançando até o chão com a "Lacraia" e tomando espumante.

Será mais ou menos isso?

18 de outubro de 2010

A ESCRAVIDÃO FOI ABOLIDA?

Hoje o escravo é mais barato do que nos séculos passados, pois antigamente o dono do escravo garantia moradia e comida a todos os escravos. O escravo contemporâneo muitas vezes não tem sequer onde morar, tampouco a garantia de que terá comida durante todo o mês.

Alguém pode perguntar sobre a liberdade, mas qual liberdade? Liberdade de ir aonde? Liberdade de trocar apenas de dono da sua escravidão?

Mesmo que o salário mínimo fosse suficiente para alimentar uma família, já diziam os Titãs na década de 1980 que a gente não quer só comer.

A nossa tão desrespeitada Constituição Federal fala em princípio da dignidade da pessoa humana (artigo 1º, III), no Direito à educação, saúde e segurança e ainda, que o salário mínimo deve prover essas necessidades básicas  (artigo 5º) .

O artigo XXV da Declaração Universal dos Direitos Humanos diz que “Todo ser humano tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar-lhe, e a sua família, saúde e bem estar...”

O escravo moderno consegue, quando muito, manter-se vivo, mas com que dignidade?

17 de outubro de 2010

COMO É SER DEPUTADO EM PAÍS DESENVOLVIDO

COERÊNCIA NA POLÍTICA: UMA RARA VIRTUDE

Após duas semanas de queda de braço, aliados da ex-presidenciável Marina Silva dizem que ela fechou acordo com a cúpula do PV para se declarar neutra no segundo turno e evitar um apoio formal do partido ao candidato José Serra (PSDB).

Dois ex-dirigentes da campanha de Marina disseram que ela não pedirá votos para Serra ou Dilma "em hipótese alguma".

14 de outubro de 2010

NÃO SOU A FAVOR, NEM CONTRA, MUITO PELO CONTRÁRIO.

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, disse nesta quinta-feira que é a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo, mas no que se refere ao casamento gay cabe às Igrejas tomarem sua posição.

"- Eu acho que a questão do casamento propriamente dita está ligada às Igrejas. Agora, a união em torno de direitos civis já existe, inclusive na prática, pelo Judiciário. Eu sou a favor para efeito de direito. Outra coisa é o casamento, que tem o componente religioso das Igrejas, e aí cada Igreja define sua posição."

Ora, a pergunta certamente não se referia ao casamento religioso (cada igreja tem os seus dogmas), mas sim ao casamento civil, que é diferente do reconhecimento da união civil (análoga à união estável).

Político em época de campanha não é contra, nem a favor, muito pelo contrário.

Para não dizer que sou do PT, do PSOL ou qualquer outro partido, entendo que a Dilma está agindo da mesma forma em relação à questão da legalização do aborto (fui a favor, agora sou contra, mas quem sabe...)

VOCÊ CONCORDA COM ESSE TIPO DE PENALIDADE?














Nos próximos seis anos, todos os fins de semana, Daniel Mireles, exibirá um cartaz em público na cidade de Houston (Texas, EUA). Não é por vontade própria, mas uma decisão judicial.

Na mensagem aos moradores, Daniel mostará que é um larápio: "Sou um ladrão. Roubei US$ 250.000 de um fundo para vítimas de crime do condado de Harris". Daniel Mireles."

Um juiz determinou a humilhação pública como parte da pena ao americano. Daniel diz que vem sendo ofendido por pedestres, mas também conta com a simpatia de alguns outros, durante as cinco horas que exigem o cartaz perto de um shopping center, segundo reportagem do canal NECN.

(Fonte: http://www.oglobo.com/)

Nos EUA esse tipo de penalidade é comum em diversos estados. No Brasil não se admite essa espécie de sanção, mas será que funciona como elemento de reeducação?

DIÁLOGO MATINAL

- Cadê o teu sócio?

- Foi no velório do vizinho dele.

- O cara morreu?

- Não, ele promove velórios de seis em seis meses para reunir a família.

1ª CÃOMINHADA DE JARAGUÁ DO SUL

12 de outubro de 2010

LES FEUILLES MORTES INTERPRETADA POR LAURA FYGI

CAPITÃO NASCIMENTO: PARADIGMA DE MONOMITO TUPINIQUIM DO SÉCULO XXI

Vejo que o personagem Capitão Nascimento do filme Tropa de Elite 2 representa o “nascimento” do monomito Tupiniquim do século XXI. A aventura do personagem no filme 2 é diferente do primeiro longa, ou seja, atua em um nível diferente de discussão temática.

Monomito ou "Mito do Herói", como definiria o grande mitólogo Joseph Campbell, surgiu nas mais diversas culturas, e nas mais diversas épocas. Embora apresentem diferenças entre um formato e outro, detém semelhanças estruturais marcantes, seguindo certos padrões universais, uma forma comum.

No monomito ocorre sempre uma jornada, na qual o Herói empreende uma aventura — física ou psicológica ou ambas —  como a defesa do padrão de virtude de Nascimento, que luta sozinho (ou quase) contra um gigante de mil faces e braços denominado no filme 2 de “Sistema”.

O monomito é positivo socialmente, pois incute valores caros à boa e sã convivência social. No caso de Nascimento, tanto no longa-metragem original, quanto na sequência, o ataque é contra o Estado (Leviatã) corrompido.

Em verdade, ao redor do mundo, nas mais diversas culturas, o monomito está presente, sendo por isso que o principal livro do mitólogo Joseph Campbel recebe o título de "Herói de Mil Faces".

O Brasil já teve monomitos como o patrulheiro rodoviário, por exemplo. Mas há tempos que não se via um sucesso de público como o que se percebe em Tropa de Elite. Especialmente a sequência (Tropa de Elite 2) tem moral da história e a moral é a de que a luta vale a pena, que a defesa da probidade (honestidade) deve ser exercida por todos nós (o final é emblemático nesse sentido) e que herói é quem defende esses valores.

A virtude da honestidade defendida por Nascimento é de vital importância para um País em que sempre grassou a lei do mais esperto, do corruptor e do corrompido.

Tropa de Elite funciona neste momento, como elemento integrador de consciências a respeito de valores tão caros e necessários, como a liberdade de agir, a autonomia de vontade e a honestidade.

Fiquei satisfeito com o enredo e com as mensagens subliminares que também aparecem quase imperceptíveis no decorrer do filme.
 
Obs1. Quem quiser ler mais sobre o monomito ou mito do herói,  procure os livros de Joseph Campbel ou pela Fundação Joseph Campbel na internet.
 
Obs2. George Lucas teve consultoria direta de Campbel para desenvolver a série Guerra nas Estrelas.

QUEM AINDA FAZ JORNALISMO?

Jornalismo é a atividade profissional que consiste em coletar, redigir, editar e publicar informações sobre eventos atuais. Jornalismo é, portanto, uma atividade de Comunicação.

A revisão desse conceito é importante num momento em que se visualiza a parcialidade manifesta da grande imprensa, que se transformou em órgão de campanha política e defesa de segmentos empresariais e financeiros.

De um lado a Rede Record apoiando a candidatura de Dilma Roussef e tecendo uma séria de acusações ao candidato José Serra. De outro lado, Rede Globo, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo e Editora Abril (Revista Veja), apoiando Serra e "descendo a lenha" na candidata Dilma.

Os apoios são manifestos inclusive em editoriais. Jornalistas que não aderem à "linha editorial" são demitidos, ou seja, não existe mais autonomia de quem escreve. O Jornalista virou mais um operário na linha de produção de opinião.

Diante disso, fica a pergunta: quem ainda faz Jornalismo?

Na minha opinião, apenas uma pequena parcela da imprensa faz jornalismo de verdade, veículos menos comprometidos com grandes empresas transnacionais, grandes financiadores de campanha.

A grande mídia  brasileira não é mais confiável. Seus "produtos" são fabricados para induzir leitores segundo interesses bem definidos.